Casa Branca diz que as seguradoras são obrigadas a reembolsar ou pagar por testes de COVID em casa

A nova política entrará em vigor neste sábado, 15 de janeiro

Em uma coletiva de imprensa na segunda-feira, o governo Biden anunciou uma política que exigirá que as seguradoras reembolsem até oito testes de COVID-19 em casa para seus clientes a partir de 15 de janeiro, conforme relatado pela Associated Press. A administração disse em um tópico no Twitter que a “atualização” faz parte de um plano maior para “aumentar o acesso aos testes COVID-19”.

De acordo com a nova apólice, os segurados americanos terão que comprar os kits de teste sob seu seguro ou enviar recibos ao seguro para reembolso. Uma família de quatro pessoas sob o mesmo plano seria elegível para ser reembolsada por até oito testes de COVID cada, totalizando 32 testes por mês. O plano também exigirá que os consumidores que desejam reembolso trabalhem mais.

O plano “incentiva” as empresas a cobrir os custos iniciais e tornar mais fácil para os consumidores com seguro privado irem online ou à farmácia ou loja local, comprarem um teste e receberem o pagamento adiantado ou reembolsado, o Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos EUA disse em um comunicado de segunda-feira.

A atualização ocorre quase um mês depois que o governo anunciou que estava trabalhando com o Google para lançar um site para distribuir 500 milhões de testes gratuitos de COVID-19 para os americanos – um plano que ocorreu em meio à escassez de testes em massa nos EUA e à disseminação da variante omicron. O site ainda não foi lançado.

Na coletiva de imprensa, a secretária de imprensa da Casa Branca, Jen Psaki, disse que os americanos devem poder solicitar testes on-line no final deste mês, mas há “vários componentes” envolvidos na fabricação e distribuição dos testes que podem causar mais atrasos.

#tecnologia #tecnologia #tecnologia #política #Ciência #saúde #notícias

John Doe

Curioso e apaixonado por tecnologia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.