Terminais Starlink da SpaceX enviados para a Ucrânia custam US $ 3 milhões aos contribuintes dos EUA, diz relatório –

O governo dos EUA está participando enquanto a SpaceX fornece serviço de internet para a Ucrânia após a invasão da Rússia.

A contribuição da SpaceX de terminais de internet Starlink e serviço para a Ucrânia pode ser subsidiada em parte pelo governo dos EUA, de acordo com um relatório, embora a SpaceX, empresa de foguetes de Elon Musk, tenha sugerido que não recebeu nenhum dinheiro do governo.

Um relatório de sexta-feira do The Washington Post detalha os gastos, citando documentos da Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional. De acordo com o Post, o governo dos EUA e os contribuintes gastaram cerca de US$ 3 milhões contribuindo para o esforço. Esse dinheiro foi para a compra de cerca de 1.500 terminais Starlink a US$ 1.500 cada, mais US$ 800.000 para custos de transporte para a Ucrânia, informou o jornal.

O Post também informou que a SpaceX doou 3.670 terminais, juntamente com o próprio serviço de internet. Sua história não disse quanto isso pode ter custado à SpaceX do bolso.

No final de março, a presidente da SpaceX, Gwynne Shotwell, disse à CNBC: “Não acho que os EUA nos deram dinheiro para dar terminais à Ucrânia”. Ela também disse que a maior parte do financiamento veio de fontes privadas e reconheceu alguma ajuda da França e possivelmente da Polônia, segundo a CNBC.

A SpaceX não respondeu ao pedido de comentário da

Logo depois que a Rússia invadiu a Ucrânia no final de fevereiro, Musk disse que a SpaceX doaria terminais Starlink para a Ucrânia para que os cidadãos pudessem usar o serviço de internet via satélite em meio a interrupções em outras vias de acesso à internet. Ele também pediu que as pessoas que usam o serviço tenham cuidado para evitar serem detectadas pelas forças russas.

Ao todo, pouco mais de 5.000 terminais Starlink foram grampeados para serem enviados para a Ucrânia, de acordo com a reportagem do Post.

Um comunicado de imprensa da USAID esta semana disse que a agência “entregou 5.000 terminais Starlink ao governo da Ucrânia por meio de uma parceria público-privada com a fabricante aeroespacial americana SpaceX”. A USAID disse à em um comunicado por e-mail que “adquiriu diretamente 1.333 terminais para o governo da Ucrânia e forneceu apoio logístico no local para facilitar sua entrega segura”.

A entrega dos terminais Starlink foi possibilitada por “uma série de partes interessadas”, de acordo com um porta-voz da USAID, acrescentando que as contribuições combinadas foram avaliadas em mais de US$ 15 milhões e facilitaram uma série de coisas, incluindo compras, voos internacionais, transporte terrestre e serviço de internet via satélite.

Os terminais SpaceX Starlink foram enviados pela primeira vez no final de fevereiro em resposta a um pedido de Mykhailo Fedorov, vice-primeiro-ministro da Ucrânia e ministro da transformação digital.

“Enquanto você tenta colonizar Marte — a Rússia tenta ocupar a Ucrânia! Enquanto seus foguetes pousam com sucesso do espaço — foguetes russos atacam civis ucranianos! tuitou na época.

A Starlink lançou cerca de 2.000 satélites em órbita desde 2018 para fornecer um sistema de internet acessível globalmente.

Novo vídeo sobre mesa posta da Tati

John Doe

Curioso e apaixonado por tecnologia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.