Vítimas de hack de $ 200 milhões de troca de criptografia BitMart ainda esperando para receber seu dinheiro de volta

Já se passou mais de um mês desde que o hack aconteceu

A exchange de criptomoedas BitMart prometeu um reembolso total às vítimas do hack de US$ 200 milhões em toda a plataforma, mas alguns usuários ainda não receberam seu dinheiro de volta, de acordo com um relatório da CNBC. Os hackers fugiram com uma variedade de tokens em 4 de dezembro depois de usar uma chave de privacidade roubada para obter acesso a uma das carteiras quentes do BitMart, também conhecida como carteira criptográfica conectada à Internet.

Logo após o incidente, a BitMart anunciou que usaria seu próprio financiamento “para cobrir o incidente e compensar os usuários afetados”. No entanto, como relata a CNBC, ainda existem vários usuários frustrados que ainda não viram seus fundos devolvidos.

O relatório da CNBC detalha a experiência de um refugiado iraniano que diz ter armazenado US$ 53.000 em SafeMoon no BitMart, dos quais US$ 40.000 são de um empréstimo. A agência também entrou em contato com um investidor do Kansas que tem US$ 35.000 no limbo – ele afirma que ele e 6.800 outros investidores podem entrar com uma ação coletiva contra a BitMart se nada for feito para resolver a situação.

NÃO DESATIVAMOS MANTENHA O TWEETING #WENBITMART – SAFEMOON SQUAD (@SAFEMOONSQUAD) 4 de janeiro de 2022

De todos os tokens roubados no hack do BitMart, os dados da empresa de segurança blockchain, PeckShield, mostram que o SafeMoon foi o mais atingido. Conforme apontado pela CNBC, os detentores de SafeMoon estão contra-atacando no Twitter e inundando o site com a hashtag #WenBitMart para exigir a devolução de seus fundos. Esta pode ser a única maneira que os usuários acham que podem chamar a atenção para o problema, já que o CNBC relata que alguns usuários encontram respostas vagas ao contatar a BitMart para verificar o status de seus fundos perdidos.

Ainda não está claro como o BitMart planeja reembolsar todos os usuários afetados. A CNBC observa que, embora a bolsa possa recomprar todos os tokens perdidos, pode estar fazendo isso quando esses tokens estão em um valor muito mais alto. Outros usuários questionam se o BitMart usará alguma forma de seguro para pagar os usuários. O BitMart entrou em contato com um pedido de comentário, mas não recebeu resposta imediatamente.

#tecnologia #tecnologia #tecnologia #tecnologia #cíbersegurança #criptomoeda #notícias

John Doe

Curioso e apaixonado por tecnologia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *