UX (User Experience)

Nos ajude compartilhando esse conteúdo

Você já ouviu falar do termo UX (User Experience)?

Este termo foi criado nos anos 90, por Donald Norman, uma das principais referencias de design no mundo.

Ele percebeu que a experiência em usar computadores naquela época, era muito fraca. E quando falo em experiência, me refiro ao sentimento que temos desde chegar na loja para comprar um computador, coloca-lo dentro do carro, tirá-lo da caixa, até a parte de montá-lo na sua casa.

Veja só como era um computador da época:

computador anos 90
Para algumas pessoas, era frustrante comprar um computador, e ter dificuldade em ligar todos os dispositivos (mouse, teclado, caixa de som, monitor). Hoje em dia, é tudo muito mais fácil. Basta conectar um pequeno adaptador bluetooth no computador, que o teclado e mouse já começam a funcionar quase que instantaneamente.

E essa frustação gerada, pela grande dificuldade de todo o processo de se usar um computador, fez com que Donald Norman, que trabalhava na Apple na época, criasse o termo UX, para disser a respeito da maneira de como você experimenta o mundo, a maneira de como você experimenta a sua vida, a maneira de como você experimenta um produto, serviço, site, aplicativo, etc.

E nós sabemos muito bem hoje, que os produtos da Apple são referencias em design. Tudo o que eles fazem, o concorrente logo em seguida copia. E quando falo design, não é somente a aparência do produto, mas sim todo o ecossistema que o engloba (facilidade em retirar o produto da caixa, facilidade em ligar, etc.)

Veja abaixo uma rápida explicação do próprio Don Norman:

Ou seja, UX é o que um usuário sente ao utilizar um produto, sistema ou serviço. Equilibrando aspectos práticos, experienciais, significativos e valiosos de interação.

Um exemplo muito interessante, é o Netflix. Cada usuário dentro desta plataforma tem o seu próprio Netflix. Eles perceberam que cada pessoa tem seu gosto próprio para filmes e séries. E decidiram usar a tecnologia para que quanto mais filmes você assista, mais ele entende o seu gosto e sugere opções que talvez seja do seu agrado.

Isso é arte do UX. Fazer algo de acordo com as necessidades do usuário, e não porque alguém falou que tinha que ser assim e ponto.

O UX engloba vários temas, desde a área de pesquisas com usuários, para entender o que cada pessoa pensa sobre determinado assunto, até criação de protótipos funcionais, que ajuda a realizar testes rápidos e ter mais conhecimento ainda sobre o usuário.

Seus clientes não se parecem com você!
Eles não pensam como você!
Eles não fazem as coisas que você faz!
Eles não têm as mesmas expectativas e conclusões que você tem!
-Mike Kuniavsky

Se interessou pela área e gostaria de se aprofundar?
Conheça o curso de pós-graduação a distância em user experience (ux) e user interface (ui) da Unyleya.

Clique aqui para conhecer mais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *